sexta-feira, 15 de julho de 2011

O ser humano é tão estranho. Ele fala que odeia, quando na verdade ama mais do que devia. Diz que ama quando na verdade não sente nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário