terça-feira, 20 de setembro de 2011

Vida sombria

Por um curto e breve momento sentiu vontade se matar. Sentiu vontade jogar toda sua vida na frente de um carro, e simplesmente, acabar com tudo. Por uma brevidade de tempo se sentiu um verdadeiro lixo, se sentiu insignificante, se sentiu em um breu, em uma rua sem saída... e tudo ficou triste, tudo ficou sem cor, toda sua vida passou em sua mente como um filme de antigamente, preto e branco, sem graça, como se nada tivesse valido a pena. Mas a claridade pode vencer, se ela escolher. A felicidade pode voltar, se ela quiser e optar por mudar seus pontos de vista. E tudo pode voltar a ser belo se deixar o preto virar amarelo, virar azul, virar vermelho, se ela deixar a vida virar cor e sabor de viver.


Mih Borges

Nenhum comentário:

Postar um comentário