domingo, 30 de dezembro de 2012

Foi maravilhosa essa viagem! Agradeço a Deus por esse presente de Natal! Vimos muitas pessoas queridas e amadas que estávamos morrendo de saudade! Vivemos momentos especiais e únicos, aventuras e muitas recordações. Curti os primos, tios e amigos. Estou muito feliz!

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

flores: amo o perfume delas. não fujo dos espinhos pois, apesar de eu não ser uma, também tenho os meus. elas me alegram por sua beleza, cheiro, harmonia e paz que transmitem. e eu que achava que não viveria sem uma. agora vivo e entendo que minha cina é essa: não ter flores por perto.
não é comum nos sentirmos assim mas é algo que pode acontecer. é como tirar um pedaço de você. é como querer gritar e não poder. é ter um travesseiro para abafar a sua voz. ter algo para decidir mas simplesmente não saber o que fazer. agora tranquilamente espera-se o anoitecer. espera-se encontrar aquela resposta que não se acreditava encontrar. porque mais que amar existe conviver.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Eu não resisti em postar: me deu uma saudade daquela comida japonesa, daquele restaurante maravilhoso que fomos sexta! Que delícia comer com hashi aqueles deliciosos sushis, sashimis, hot holl, temaki e muitas outras comidas maravilhosas que tinha lá! Foi ótimo! Foi ainda melhor pois fomos em casais!

Existem vazios que só Deus preenche.


é exatamente esta definição que nos aproxima: é aquilo que sentimos e que vamos ter que lidar algumas vezes. mas eu gosto de ter saudade. gosto de saber que está me esperando...
e quando isso acontecer eu quero estar preparada para dar o maior passo da minha vida: um passo da qual não vou me arrepender. quando eu souber que estou pronta vou querer ter você por perto. gostaria de ter muitas outras pessoas por perto mas sei que deste momento em diante a vida será mais reservada. criaremos nossa própria família.

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Agora vou tomar meu café e conversar com papai e com a mamãe!
Fiquem com Deus todos.
Ontem refiz todo o caminho que fizemos durante um ano e meio. deu saudade das risadas e momentos vividos em toda a trajetória. Valeu a pena? como diz Fernando Pessoa: tudo vale a pena quando a alma não é pequena. Tudo tem um porquê nessa vida. O nosso tempo passou e pode não voltar. mas guardo comigo os momentos que foram bons. os que não foram tiro lição e jogo fora. Tudo o que for para ser será. se os caminhos vão se cruzar novamente só Deus sabe, mas não me importo: o importante é ser feliz cada uma com sua vida e suas decisões.


 Contando as horas para o esperado dia! Vivendo feliz com as conquistas dos amigos e as minhas. Vestibulares e ótimos desempenhos me levam a crer que ano que vem estarei na tão sonhada faculdade de nutrição. Entrego meus sonhos nas mãos de Deus para que Ele encaminhe-os conforme sua vontade. Muito feliz estou. Saiu de mim toda aquela amargura é só ficou felicidade.

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

                     é tudo o que eu preciso agora kkkkk
choramos? claro que choramos, foi a despedida de uma longa jornada pela qual passamos. agora serão outros caminhos, outros tesouros para encontrar, mas jamais nos esqueceremos dos que encontramos e guardamos até hoje, como nossos queridos mestres e a maravilhosa homenagem que fizeram para nós! mas por ontem, agradeço pelas palavras de cada um, seja professor ou aluno, e as lágrimas derramadas não são de tristeza mas da alegria de saber quantos corações tocamos e como fomos tocados durante três anos!

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

eu sei que encontrei aquilo que procurava: a tranquilidade de depositar tudo aquilo que julgo impossível nas mãos de Deus. Basta rezar todos os dias, seguir aquilo que é correto e vejo os benefícios todos os dias em minha casa, no meu círculo de amizades e no meu namoro. Para Ele não há limites, não há nada impossível, só precisamos depositar nossa confiança em Suas mãos. estou muito feliz por todas as vitórias desse ano. e o que não foi bom jogamos fora. gosto daquela definição de irmandade que meu pai usa: "todas as pessoas tem defeitos e qualidades, mas se formos olhar só o lado ruim de cada uma delas ou de cada momento vivido nós veremos que nem nós mesmos poderíamos ser salvos, nem nós mesmos poderíamos ser aproveitados pois também temos defeitos. Precisamos aprender a aproveitar o que de melhor as pessoas tem, suas qualidades, pois só assim amaremos ao próximo como a nós mesmos". 

Aula de gastronomia


 Panetones salgados! Uma surpresa para todos mas que ficou maravilhoso!
 

Broinha salgada recheada! Ficaram perfeitas!














Roscas natalinas recheadas e os panetones salgados.















Rosca natalina em formato de flor: professora nos surpreendendo com os formatos! Estava tudo maravilhoso!
ultimamente tenho analisado as falas suas, alguns gestos que amo pra colocar em destaque na memória. para quando estiver triste me lembrar que tenho você para me alegrar e fazer rir até a barriga doer. você me ajudou a esquecer coisas e a lidar com outras que me deixavam inquietas. estou exatamente onde gostaria de estar: ao seu lado.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

acordar pensando que faltam poucos dias para se fazer aquilo que quer é muito bom. mas melhor ainda é ir deitar após uma noite maravilhosa ao lado de amigos que fazem você rir e se preocupam com você. 

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

eu realmente não entendo as pessoas. aliás, não entendo eu mesma. acho que nasci fadada a ficar sozinha mesmo. a não ter ninguém por perto. a seguir a minha vida sem alguém para me ajudar ou para estar ao meu lado. hoje me dei conta disso. hoje eu quero muito chorar. tenho algumas lágrimas para oferecer, algumas palavras para dizer, alguns ombros que gostaria de me escorar. eu estou muito longe de ser perfeita, sou uma gotinha imperfeita no oceano mas parece que me veem como a "sem humildade", a imatura que só pensa em si e acha que os outros estão todos errados, a mesquinha, a "que pensa que os outros vivem na escuridão", a "preconceituosa"... eu só queria sumir. reconstruir algo que nem sei se tenho mais. saber quem sou eu. de verdade: estar perdida é horrível mas cheguei a esse ponto. sem motivação. sem alegria. pensamentos vagos, sem confiança, sem perspectiva, sem saber em quem confiar, sem saber o que devo fazer. as lágrimas... elas caem sem parar. um coração machucado. algo pelas costas, não tem conversa, ninguém quem saber de nada. se esquecendo do que é verdadeiro. ou que foi verdadeiro pelo menos. para mim amizade não é simplesmente virar as costas porque alguém mudou e ponto. ser amigo é chorar pelo outro, querer saber poque mudou, querer dar conselhos, conversar e não simplesmente dizer "foi bom, desejo felicidades mas agora esgotou e vamos cada um para seu lado". foi só isso que ouvi. todo mundo errou. eu errei. eu sou a pior de todas. não sou digna de nada. mas eu nem preciso falar tudo isso. nem era para ser aqui. nem era para ser assim: para ninguém, sem ninguém para ouvir. mas como eu disse: estou fadada a ser solitária. eu só preciso de um lenço mesmo. e um terço. só.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

ao longo de nossa vida estamos acostumados a ouvir histórias: sejam elas fictícias, causos antigos, lendas, experiências de nossos pais e muitas outras com as quais comparamos nossa vida. mas aos poucos aprendemos a criar nosso próprio livro, contendo nossa própria história. até então, ela era contada por nossos pais pois não sabíamos escrever e ainda não tínhamos as rédeas de nossa vida, mas deste instante, dessa despedida do ensino médio para frente, quem pega no volante somos nós. mas o que dizer desse capítulo que estamos terminando de redigir? o que dizer das imagens que colamos, das personagens que conhecemos, dos bens preciosos que guardamos, do conhecimento que adquirimos? 
Chegou o dia em que dizer xau e dar um abraço não é mais questão de formalidades: é motivo de choro e é o aproveitamento dos últimos minutos juntos, das últimas palavras, últimas lágrimas e risadas. agora é o momento de recordar tarefas compartilhadas, mestres que ouvimos, seminários que apresentamos, folias que fizemos, trabalhos deixados para os últimos instantes... não pararemos nunca de escrever em nosso livro quantos momentos passamos juntos. mas não é preciso dar um ponto final em tudo isso, para tal situação, usamos reticências pois é algo que não se acaba... 
De agora para frente decidiremos o nosso futuro. escolheremos nossa carreira. seremos guias de nosso futuro. colocaremos as lembranças em nosso livros que um dia mostraremos para nossos filhos, amigos e familiares. nossa tarefa agora não será mais fazer apostila de filosofia, seminário de geografia e nem balancear equações químicas, agora teremos que trilhar nossa própria vida adulta, balancear nossas decisões, trabalhar e fazer seminários para o mundo saber quem somos e que estamos prontos para seguir viagem. agora a vida aperta, a realidade das escolhas que fizemos se apresenta como companheiras. 
Agora lembrar dos amigos é motivo para chorar, lembrar dos nossos maravilhosos mestres e de suas respectivas aulas faz com que nossos olhos fiquem marejados e esses três anos foi uma grande instalação que fizemos na nossa história que faz com que fiquemos tristes de pensar que acabou. 
Termino minhas palavras com as de Cora Coralina:
"Não sei se a vida é curta ou longa para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas.
Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silencio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove.
E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, pura enquanto durar. Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina."

sábado, 1 de dezembro de 2012


Uma onda de alegria e tristeza enche a sala
Sua alma se chocou contra a parede
Seu mundo se partiu em pedaços depois de tudo...
Scorpions - Heroes don't cry
hoje sou uma carta virada. um novo começo. uma nova perspectiva. novos conceitos, alguns dos quais não voltarei mais atrás, outros com os quais meu coração se aborrece de adotar. ontem meu encontro foi com algo que desconheço e meu encontro posterior foi comigo mesma. foi com uma luz que nunca se apaga dentro de mim. foi com algo que conheço bem: o amor de Deus por mim. agradeço cada palavra, força que Ele e um amigo me deram, agradeço aquelas horas de oração em plena madrugada. a minha entrega ontem foi a mais plena possível . que as mãos chagadas de Jesus purifiquem as imperfeições e impeçam as ações do demônio. contigo tudo tem sentido. obrigada por me amar tanto. Eu confio em ti.

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

ficar com sua irmã até 00:00 rindo, com medo de acordar seus pais pela altura que suas risadas estão, lembrando de coisas bobas do passado, da adolescência, bandas, desenhos, clipes que assistíamos quando nossa única preocupação era ver o chapa coco na hora certa. essas noites estão sendo ótimas... fora os meus chiliques, expressões engraçadas, a preocupação com o horário mas a vontade de conversar maior que tudo! é muito bom ter  uma irmã ao seu lado: uma verdadeira e inseparável amiga. amo-te fofa!
Dri, esse gif superou tudo néh! lindinho!
Meu animalzinho de estimação, companheiro fofo! Esse é o macho da casa: o Fred!
eu já sabia que seria assim: um para cada lado no fim
mas resolvi fazer poesias para esquecer esse triste ponto final talvez.
a noite demora demais e o dia para raiar e te ver mais ainda.
com sons de todos os lados, fica difícil ouvir o som mais bonito que vem de você.
um som que é palavras. que é cordialidade. que é risada, alegria e planos ao qual
não pertenço mas compartilho também.
é o seu carinho. é a sua atenção. seu jeito. sua companhia.
é o violino, a gaita, o suco de laranja, a orquestra, o campo, as viagens,
os sonhos, as opiniões compartilhadas e combinadas... é isso que me
encanta.
Autora desconhecidamente fictícia.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

um dia calmo para lágrimas quentes. esperanças acabadas. tristezas abaladas. um olhar que jamais trarei para mim. entrego as cartas agora. tenho algo melhor esperando por mim.

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

os pensamentos rondam minha cabeça sem parar. será que estou certa nisso tudo?
parece abuso dos sonhos. parece abuso dos sentimentos...
Um garoto perguntou ao pai: Qual o tamanho de Deus? 
Então ao olhar para o céu o pai avistou um avião e perguntou ao filho: Que 
tamanho tem aquele avião? 
O menino disse:   Pequeno, quase não dá para ver. 
Então o pai o levou a um aeroporto e ao chegar próximo de um avião 
perguntou: E agora, qual o tamanho desse? O menino respondeu: Nossa 
pai, esse é enorme! 
O pai então disse: Assim é Deus, o tamanho vai depender da distância 
que você estiver dele. Quanto mais perto você está dele, maior Ele 
será na sua vida! 

terça-feira, 27 de novembro de 2012

alguém paga um café para mim, me leva pra comer algo, pra conversar, bater um papo? fazer coisas extravagantes ou um simples filme ou passeio no campo?
hoje me encontro um tanto encantada com os caminhos que a vida vai tomando, as grandes descobertas que vamos fazendo e as coisas com as quais vamos nos apaixonando... são tantas... as músicas, os amigos, os dias, as poesias, as expectativas, os trabalhos... to precisando me decidir.
Vivemos em prisões: 
-de sentimentos, de paixões...
- de moradias e de mordomias..
-- de pensamentos e novos ventos..
--- prisões de opiniões e de liberdade para comprarmos aquilo que queremos.
prisão do dinheiro...
...prisão da falta de amor...
....vivemos aprisionados e nem sabemos. aliás, gostamos disso.
Isaac Newton
Sonhos: eis algo maravilhoso mas que nos deixa em dúvida. tem vezes que achamos ser realidade aquilo que sonhamos e não uma simples fantasia. pode ser que nosso sonho seja um desejo de nosso subconsciente, algo que nem nós mesmos sabemos que almejamos. hoje me deparei com essa dúvida: foi algo bom o suficiente para me deixar pensando por longas horas e ruim o bastante para me deixar na dúvida cruel. será só uma fantasia os sonhos? será desejo de tornar realidade algo que andamos pensando muito? ou será apenas uma brincadeira de mal gosto de nosso magnífico cérebro? insisto em me perguntar isso e insistirei em diferentes teses até que algo se comprove em minha mente... ou na realidade. quem sabe?

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

A música está me preenchendo e transformando meus sentimentos em melodias. a aula de voz cada segunda me deixa mais empolgada, ainda mais agora com esse nosso grupo maravilhoso de vozes diferenciadas!!! logo logo tocarei outro instrumento também... se Deus quiser farei excelente uso do dom que Ele me deu, mas sempre para louvá-lo.

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Amo estudar e aprender coisas novas que aguçam nosso olhar crítico. amei esse video do padre Paulo Ricardo e não me canso de recomendar o site dele para que as pessoas possam se aprofundar nas coisas de Deus. estamos vivendo em um mundo que a cada dia dá um passo rumo ao abismo. vamos anunciar e denunciar o que está errado. vamos amar os outros pelo que são e ser menos julgadores e mais acolhedores. e a frase que me tocou nesse video (link abaixo) é: " precisamos fazer a decidida campanha de ir desligando televisões e acendendo velas, rezar mais terços em vez de ver novelas que não acrescentam nada a nossa família".
quanto absurdo para se tentar entender, eu não consigo
não consigo desvendar essas mentes e compreender
aquilo que se passa e o que leva as pessoas a viverem assim:
sem dar importância nem a um simples trabalho de escola,
um simples sorriso, um simples abraço...
as essências estão se esgotando nos corações.
quando o professor falou pensei em nós: uma amizade que era para ser pra sempre. mas como diz a música: sempre não é todo dia. mas eu ando sonhando com isso, sonhando que estou perto de você sempre sem falar nada. que saudade de olhar nos seus olhos, ver alegria, rir, cantar, ouvir e fazer uma infinidade de coisas que antes fazíamos. estou alegre mas sinto que poderia estar mais se estivesse comigo. mas não está. eu pensei em você em cada palavra proferida pelo professor, imaginei aquilo que sempre dizíamos uma para a outra mas sinto dizer e pensar que não mais será possível. como chegamos a tudo isso hein?! como um ano mudou o rumo... como perdemos a preciosidade da amizade da outra... como perdemos um pedaço de nós mesmas. o meu que estava com você e o seu que estava comigo.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

gentilmente você poderia me abraçar. aquele abraço... como sinto falta. aquele cafuné e altas risadas: como sinto saudade de compartilhá-los contigo... eu sei que dói. sei que quero ser durona. mas tem vezes que não dá.

triste desabafo num dia triste

hoje parece que o dia não quer acabar. as páginas não querem virar. nos perguntamos sobre aquilo que em nós dois dói demais. a falta que algumas coisas causam em nós dois. a falta que não faz em outras. o que e porque? a gente viu um pouco da necessidade do outro. nos ajudamos. sentimos a dor do outro. a tristeza de se saber quanta coisa mudou e ainda vai mudar. a incerteza de saber o que vai virar tudo isso. não parece que aconteceu. pode não parecer que falta algo, mas falta. nos reconfortamos um no colo do outro, um nas palavras do outro e principalmente na certeza que nós não precisamos de nada quando temos Deus em nossa vida. pois é nesses momentos que vemos a importância desse grande Pai que nunca nos abandona. é apenas um triste desabafo num dia triste, já que não tenho um bom lugar para ler um livro e meu pensamento continua em você...
é muito difícil perder alguém que amamos muito. hoje eu vi isso. pude sentir através de um abraço o que a morte de um ente querido causa nas pessoas. já lhe disse tudo mas, que fique apenas minhas sinceras orações e meu pêsames. Que Deus possa confortar todos os corações angustiados e entristecidos. o meu também doeu.
Pelo menos tira as nossas fotos. pra não achar que é farsa. tira a pose. pra não achar que é dono do mundo. tira tudo. porque eu já não quero mais nada. perdi tudo aquilo que um dia tive. e você perdeu também. por que uma era tudo o que a outra tinha ganhado de mais precioso. pelo menos eu acredito.

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

a aula hoje foi maravilhosa. sem contar nosso grupo que está cada vez mais se unindo. foi muito bom conversar com vocês meninas e ainda ganhar uma carona rindo e contando nossos históricos de livros lidos! bacana demais!

"É o sorriso que torna tudo mais incrível,  mas com certeza são os olhos que mostram o quão profunda a amizade é." M.Y.B