quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

- Por que choras?
-Sem motivo, não há explicação...
-Não chores, não desviva. Acorde, grite e alegre.
-Mas não tenho motivos.
-Lhe dou quantos quiser.
-Só quero um.
-Você é feita da mesma matéria que Deus. 
Você é como anjo: livre para voar.
Livre para pensar, escolher e sorrir...
-Você disse que só me daria um.
-Dei um só. Deus: ele resume todas
as outras palavras possíveis!

Nenhum comentário:

Postar um comentário