quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Ahh que frio que dá, só de me lembrar quantas coisas já passaram de que não
vou me esquecer. coisas que quer queira ou não sempre vão nos marcar.
lutas que vencemos, cartas que escrevemos, presentes que demos, abraços nos 
quais nos entregamos, orgulhos que engolimos só para ver um belo sorriso,
amor que demos sem almejar nada em troca ou querendo um melhor de volta.
quantos "eu te amo" falamos, quantas tapas tomamos, quantas camas oferecemos,
quantas famílias de amigos construímos, quantas vezes nos excluímos por não achar
que aquilo era bom. as fotos que tiramos, as roupas que trocamos, as brigas 
que enfrentamos e os alicerces que construímos. a missão que recebemos,
a luta que vencemos, as alegrias, as tristezas... como guardo hoje tudo
se me resta só o escuro? um escuro de incertezas de saber qual será
nosso futuro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário