quarta-feira, 15 de agosto de 2012

ele olhou para elas: eram tantas que ele nem poderia escolher qual a mais bela.
mas o pai, mais experiente, poderia lhe dizer qual era a sua preferida.
por um instante o filho perguntou: Pai, Tú não se perdes no meio de tantas delas? 
Conheces mesmo  uma por uma?
-Não me perco meu filho, pois conheço cada uma delas, e também te dou a conhecer. 
-Estás vendo aquela ali bem no centro de meu canteiro?
Sim meu Pai, o que tem ela?
- É muito frágil, preciso estar sempre observando-a para que parasitas não estrague-a.
por isso coloquei ao lado dela esta outra maior e mais forte. para lhe dar fortaleza e espantar os que porventura lhe vierem estragar.
- E é aí que está a magia meu filho: quando uma não pode sozinha, pois é frágil e insegura, colocamos ao lado uma maior e mais forte para que uma cresça com a outra dentro de suas limitações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário