quarta-feira, 24 de outubro de 2012

tem vezes que mesmo estando rodeada de pessoas é como se estivesse só. já me conscientizei que chega de companhias que não me acrescentam nada, que não me ajudam, não me ouvem, não me amam como as amam. pessoas que vivem nos chateando com suas atitudes hipócritas e medíocres. atitudes que machucam nosso ser. e agora, desprendida de todas as futilidades e bobeiras que me cercam me fecho para as coisas que me valorizam, as coisas que preciso ir atrás, preciso me preocupar. fecho meus olhos para rezar, para agradecer e abro meus lábios para dizer que Jesus é a paz que eu sempre procurei e que agora tenho dentro de mim. só isso me basta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário