sábado, 25 de maio de 2013

Livros, livros e livros. Me perco neles. Achava que era a única e me alegro muito em estar conhecendo pessoas como eu, trocando histórias e gostos diferentes. Acreditar novamente e confiar em uma nova rosa será difícil. Prefiro não ariscar. Mas enquanto isso descubro margaridas e girassóis, tem boldo, tem ervas muito venenosas a minha volta. Rosas? nunca mais terei como a que tive, mas sei que em meu jardim sempre terei flores para cultivar. Não vão durar como rosas, mas serão flores.
Queria dizer que chuva e choro combinam muito bem. Uma menina perdida entre tanta água também. Eram olhos marejados de lágrimas e a chuva quase alcançando o lugar onde estava sentada: a escadaria de uma igreja. Esse não é um conto, uma história como essas tantas que ouvimos. Foi a realidade de sexta feira. Espero que cada lágrima não tenha sido derramada em vão. Sirva pelo menos para demonstrar o quanto sinto cada momento perdido, cada coisa que pesa meus ombros cansados. A semana terminou bem. Era de se esperar, afinal são tantas as bençãos concedidas. Mas também devemos descarregar aquilo que de ruim carregamos. Não temos culpa das lágrimas nos escaparem em certos momentos . Mas aquele era propício. Eu me perguntava tantas coisas e parecia que Deus já respondia no mesmo instante. E foi em cada gota de chuva, cada silêncio de pessoas, na solidão em meio ao caos que encontrei as palavras de que necessitava:

Isto vos mando: Que vos ameis uns aos outros.
Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós, me odiou a mim. 
João 15:17-18

domingo, 12 de maio de 2013

não vou me queixar de palavras. aliás, a partir de hoje não me queixarei de mais nada. Descobri algo muito maior em mim quando as lágrimas queimavam: a providência divina. Em orações eu me entreguei, escancarei meu coração para que Deus tomasse conta de tudo o que ali havia. A noite que eu pensava que seria de espinhos se tornou calmaria. se tornou paz. palavras não puderam me invadir, me deixar cair. sou muito mais que palavras: sou sentimentos. e sentimentos ninguém pode tirar de você. tristeza combato com a alegria. amargura com felicidade. o que passou, o que trago de precioso ninguém tira de mim muito menos a minha fé. Eu tenho fé em Cristo e não deixarei que nada me abale. Quanto a rosa: eu sempre a amarei.
Mãe: mãe natural, mãe natureza, mãe de consideração, mãe de adoção, mãe de devoção, mãe postiça, mãe vó, mãe madrinha, mãe que abraça, que chora, que grita, que acalenta, que sorri, beija, abraça, cuida, esbraveja, canta, nina, mima, ama, educa, participa... Mãe que é símbolo de fortaleza e ao mesmo tempo mansidão nos nossos lares. Mães tomam por exemplo Maria e educam seus filhos na fé, pregando valores de fraternidade, humildade, educação e amor ao próximo. Mães que dão até seu sono para esperar o retorno de seus filhos. Elas são singelas, doces e puras. São "Marias" de Deus. E por fim, nós filhos, não conseguimos mais encontrar palavras que definam mãe. Damos presentes, abraços e carinhos mas no fundo sabemos que o maior presente para elas é o "simples" fato de nos ter carregado durante 9 meses, gerado, alimentado no ventre, sofrido as dores do parto, sorrido ao ver nossos rostinhos pela primeira vez, amamentado e agora, estar nos criando, poder nos olhar e se orgulhar de serem Mães.

sábado, 11 de maio de 2013

E porque escrevo é que vivo me expressando. E porque me expresso demais acabo me sentindo só. Como se não bastasse escrever vem as lágrimas e as tristezas.e as confusões. e as notas sem explicação. é tanta bagunça na minha cabeça que nem consigo mais disfarçar. a minha indiferença. a minha estupides. porque sou humana. sou puramente frágil. eu só queria saber se vai ser ponto final ou vírgula. se vai ser objeto direto ou indireto. mas nem isso me dou o privilégio de ter. Tantos risos nessa noite, quantos rostos alegres estão. Pobre é o meu de tanta solidão que se encontra. Espero que a noite seja longa e que absorva todas as interrogações que brotam do meu coração.
A vida é uma dádiva muito grande. A primeira vez que ouvimos essa palavra é quando nossa professora diz que o Nilo era uma dádiva para o Egito. Depois ouvimos que a floresta amazônica é uma dádiva para o Brasil. E assim os anos passam e conseguimos associar essa palavra com coisas que julgamos ser importantes e preciosas para nós. No fim percebemos que a maior dádiva que temos é nossa vida, pois com ela conseguimos realizar diversas coisas importantes e especiais. Quem nos deu foi Deus. É ele que nos devolve ela quando perdemos o sentido de existir, quando já não vemos mais a cor de nada. E isso sim é uma dádiva: temos um Pai maravilhoso que nos dá o dom de viver todos os dias. Nos dá a capacidade de ver cor onde não há, ver amor onde só a tristeza, ter felicidade onde há muito tempo só havia rancor, ter esperança onde não havia persistência... 
Por isso, um excelente fim de semana para todos e aproveite para ver qual a dádiva que Deus te deu hoje.
Qual o presente que Ele tem te dado? 
Fique todos com a luz do Pai.

É claro que o conhecimento está sendo o melhor presente que estou ganhando durante todas essas semanas. O trabalho, a diversão e outras coisas complementam minha felicidade. As orações de segunda e sexta, as dúvidas de todos os dias, os choros de algumas noites... são partes da vida. Eu me emociono com a neblina sob a luz do sol de manhã e penso na grandeza de Deus em minha vida. Fico feliz por tudo o que tenho recebido pois, minha espera valeu a pena. É uma fase de grandes mudanças. Há um certo pedaço de mim que não sabe ao certo o que quer. O fogo está se apagando e começo a perceber que já não tenho tanto amor para oferecer. Eu peço perdão pelo sofrimento que causo em você. Em mim também dói mas devo ser verdadeira... por isso, diante desta minha manhã de sábado eu entrego todos os meus anseios e dúvidas nas mãos de Maria, e que Ela leve até o Pai tudo isso, para que seja feita a vontade Dele.

quarta-feira, 1 de maio de 2013

"Se pensas assim de mim não me procures... sentimentos vão, pessoas também...
Não pensos como achas que penso. eu imagino seu olhar, seu sorriso e todas aquelas risadas bobas que compartilhavas comigo.
Ainda penso em compartilhar. Tenho medo. era tão linda... sublime, te chamava irmã, te dava meu ombro...
Eu ainda a chamo... eu chamo por pensamento, orações, expectativas... mas...
Mas o que? 
Mas agora tens outras ocupações. nós prometíamos estar sempre juntas... onde quer que fosse... isso foi quebrado, tens outras flores para cuidar que não eu: uma simples rosa murcha, que já não resta muita pétalas...
Eu não sei o que dizer, permaneço na dúvida se devo te ver ou não... 
Queria deixar a dúvida para lá e promover logo o abraço... queria deixar tudo para trás para contigo ficar, pois não encontro rosas como você em nenhum lugar."

Mih Borges - poetizando a realidade
na vida várias coisas vem e vão: pessoas, palavras, discussões, sentimentos ruins, momentos bons, lágrimas, risos, fantasias, objetivos... algumas coisas vem e nos marcam muito. outras não deixam sequer rastros. Uma coisa resta dentro de mim explodindo como balões, buscando respostas... sinto que estou mudando, transformando coisas de pura adolescência em conceitos de adultos. Li em uma coluna ontem que, dos 18 até os 21 anos é quando formamos e adotamos nossa postura de adultos. Parei e analisei: isso vem acontecendo comigo. É uma confusão muito grande mas que no final, formam várias certezas. Muitas coisas já se passaram na minha vida, algumas persistem em soprar as fagulhas para que o fogo aumente, outras já foram simplesmente jogadas no esquecimento... o importante é que me vejo hoje como uma mulher que vem crescendo, conhecendo novas coisas, experimentando novas realidades como baladas, trabalho, responsabilidades, estudos, sonhos e muitos conceitos e ideias novas. Ainda sinto falta, sinto um pedaço vazio dentro de mim, algo que me escapou, uma grande amizade que perdi, sinto um grande buraco que precisa ser preenchido. Estou feliz mesmo assim, confio nas promessas de Deus para mim. Uma amiga me ensinou: "Deus fecha algumas portas e abrem outras, devemos confiar Nele", então sigo na esperança de que um dia Ele me devolva esse presente tão grande que a 9 anos ele me deu. Minhas preces estão sempre voltadas para todos, para tudo que anseio, tudo que me entristece e acredito que o Pai tem grandes planos para mim, para nós. Mesmo quando tudo pareça escuro, há sempre uma fagulha que jamais se apaga...

"É o sorriso que torna tudo mais incrível,  mas com certeza são os olhos que mostram o quão profunda a amizade é." M.Y.B