sábado, 29 de junho de 2013

Eram palavras para qualquer dia, menos aquele, assim eu esperava. Achei que nessa terra nunca mais haveriam brotos... Achei que as raízes já haviam partido. Mesmo sempre cantando e abençoando, as esperanças já haviam se esvaído. Eu amo sim, e vou esperar. Eu seria capaz de sofrer tudo novamente, lutar por anos só para ver a mais linda flor do meu jardim despontar novamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário