sábado, 31 de agosto de 2013

eu queria escrever sobre a noite. Sobre o cair das sombras no centro de um caos urbano. Das almas vagando, muitas delas mais alegres do que nossas: pobres e capitalistas almas. Para falar de algo é preciso vivê-lo. Não o vivo mas falarei do pouco que meus olhos captam. Do pouco que absorvo. Do pouco, muito pouco que sinto em relação ao muito que essas ruas, esquinas, cantos podem nos oferecer. Muitas vezes são histórias de frio, abandono, outras de uma vida escolhida. Para mim basta aquilo que sinto, e isso cabe a uma grandeza que nada pode exprimir: é uma mistura de indignação com compaixão, um ímpeto sacolejar de minh'alma dizendo: vá e faça algo que valha a pena".

Um ônibus tripulado por pensamentos - Mih Borges

"É o sorriso que torna tudo mais incrível,  mas com certeza são os olhos que mostram o quão profunda a amizade é." M.Y.B