quarta-feira, 30 de julho de 2014

As pessoas são estranhas. Não consigo entender. Querem ser grandes mas com atitudes de criança. E eu aqui crescendo, aprendendo a ser paciente e amar, amar, amar, amar e perdoar muito. É difícil seguir aquilo que Deus prepara para nós mas com muitas bençãos seguimos. O Espírito Santo nos guia a cada dia, a cada solidão, mesmo que o choro seja na faculdade, mesmo que seja solitário e mesmo que ninguém veja há quem se importe, e esse alguém é Deus e por isso nada mais importa para mim. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário