sábado, 14 de fevereiro de 2015

Hoje eu reparei que tenho a sua boca...
mas seu sorriso me faz tanta falta que choro só de imaginar.
Sempre soube que tinha seu rosto e seu jeito carinhoso...
só não sabia o quanto esse carinho presencial me faria falta.
Ninguém quer chorar num sábado a noite
mas ninguém pode ser firme todos os dias

nem tão pouco escolher o dia que vai estar mais frágil.
Ninguém pode fazer escolhas sem renúncias, sem dores...
um lado, uma parte, sempre fica prejudicada.
Quantas semelhanças temos: sou um pouco dos dois 
e isso é mais um motivo para que, todas as vezes que me olhar no espelho,
eu saiba que vim do amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário