sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Uma das grandes questões da vida é como os sentimentos, as relações sociais podem nos transformar tanto! O que nos molda ao longo dos nossos anos de vida? Nossas vivências, experiências, escolhas, família, amigos, relacionamentos? Será mesmo que somos tão mutáveis assim? Será que algumas coisas pelas quais passamos podem nos tornar tão rígidos em algumas ideias que nunca mais mudaremos nosso pensamento? A chave de tudo está no nosso pensamento e no nosso estado de espírito. Muitos estudam o cérebro mas poucos compreendem os sentidos, os sentimentos, o pensar. Como pode um simples fato ou um acontecimento modificar uma pessoa, modificar seu modo de pensar, de agir, sua personalidade, assim, do dia para a noite?! Isso me faz refletir sobre qual a marca nós deixamos na vida das pessoas e se estamos preparados para arcar com as responsabilidades sobre essas marcas. Também me pergunto se nós temos noção do quanto nossas atitudes podem influenciar a vida de quem está ou esteve ao nosso lado.
O tempo é a grande chave de tudo.
Podem ser dias, meses, anos... um dia a gente passa uma borracha em tudo.
A questão é entender que demora-se para superar algumas coisas.
A gente vive ainda se martirizando,
cortando os vínculos,
apagando as fotos,
desfazendo os sentimentos...
no fundo a gente sabe que essas coisas fazem mal
mas muitas vezes não se vence a guerra na primeira batalha.
Um dia você é forte, no outro não se importa nem um pouco com o que aconteceu
e no outro
você chora, se entristece e até sonha com coisas que viveu.
Tem dias fáceis e dias tempestuosos.
Tem amores de longas datas e paixões avassaladoras...
Não se sabe ao certo qual o dia em que realmente vamos colocar um ponto final.