quinta-feira, 26 de abril de 2018

Olhos que falam muito mais do que mil palavras.
Contam um anseio, uma paixão e uma alegria infinita.
Sorriso que vem para alegrar o dia, a manhã...
vem pra iluminar uma vida toda
sorriso desses que não se vê em qualquer lugar
verdadeiro
faceiro 
sorriso despretensioso, cheio de carinho.
Se eu pudesse colocar aqui a minha visão dele,
minha visão de tudo isso,
com certeza não caberia 
tamanha é a imensidão 
desse sentimento
que trago aqui no coração.

domingo, 22 de abril de 2018

"Um fio perpassa todas as coisas, os mundos estão, todos, nele enfiados como num colar de contas, e os homens, os fatos, a vida, está tudo diante de nós somente por causa desse fio". - Emerson



Storms in Africa - Enya 
Calmaria e paz para uma noite de turbulência
Que o céu pertença a você; Que a alegria te mostre qual caminho percorrer; Que a saudade mostre quais lutas valem a pena travar; Que a inocência de um sorriso percorra o olhar do observador; Que cócegas sejam sinais de aconchego; Que beijar um sorriso seja tão possível quanto ver a alegria através de um olhar; Que o futuro mostre coisas que o presente promete; Que as coisas boas que vivemos ontem se repitam no amanhã que desejamos; Que a soma de todos os medos que temos não seja maior que nossa vontade de persistir; Que nada coloque para baixo nossa vontade de ser feliz da maneira que sonhamos; Que você continue me ensinando coisas que livro nenhum contém; Que não nos falte o desejo de ser cada vez mais "nós". 
Se me resgatei de uma dor incessante foi com muito esforço: 
tranquei os olhos,
apertei o nó na garganta,
engoli a saudade
e disse
até logo...



segunda-feira, 9 de abril de 2018

A música e sua conexão com a minha história: as melhores lembranças do meu pai e dos momentos com ele me invadem quando ouço as músicas que ele ouvia conosco quando éramos crianças. Aquilo ficou registrado e, com isso, criou-se todo um favoritismo dentro de mim por essas canções. Papai nos ensinava a ouvir as músicas com atenção aos detalhes dos instrumentos, nas transformações da  melodia ao longo da canção, ele nos ensinava a valorizar e respeitar os músicos e as composições de qualidade. Na nossa infância, minha e de minha irmã, nós ouvíamos músicas ao final do dia com ele na sala, vinha o cheirinho da cozinha da mamãe fazendo a janta, a música nos envolvia e criava toda uma atmosfera de muito amor e calmaria. Papai nos contava as histórias dos compositores ou então de sua adolescência colecionando discos de vinil. Mamãe contava das quermesses, festas da vila em que morava: aquilo nos embalava e fazia com que estabelecêssemos uma relação muito sentimental com a música. Relação esta que tenho, ou melhor, nós todos lá em casa temos, até hoje! Três músicas e o mesmo artista Jean Michel Jarre: das minhas favoritas e que me lembram um pouco disso tudo:
- Rendez-Vous 4
- Eldorado
- Oxygene 4


domingo, 8 de abril de 2018

"Árvores, sejam amigas
Sejam as companhias nesse fim de dia tão vazio
Sejam ouvintes
Sejam a presença, a materialização de meus sonhos
Me abracem para que eu possa sentir a presença de vida
Pois a ausência de companhia faz eu me sentir morta por dentro
Pesado dizer isso céu? Você aí, tão grandioso, não se sente só?
Quem é mais solitário:

um mendigo numa calçada vendo a multidão passar
um pássaro que perdeu o bando
um rico isolado em sua mansão
um músico que não encontrou ouvinte
ou
um artista sem platéia
?
o que é a solidão?
depende da 
perspectiva
?
"

domingo, 1 de abril de 2018

Que força é essa? 
Que não se dobra ao tempo, às circunstâncias, às caras feias, aos sentimentos ruins, à distância? Como entender essa marca que atravessa o coração, deixa lembranças, causa arrepios, lágrimas, aperto, tristeza, alegrias, sorrisos, emoção... quando isso se apodera de nós? Qual o exato momento em que tudo se transforma dentro da gente? de um sentimento simples, de um simples gostar para algo tão grande assim? Qual o motivo para tal transformação? Qual a fórmula? Quais os ingredientes? Existe um porquê de algumas pessoas se eternizarem em nossas vidas? 
Existe algum critério no amor?












Foto: Minha perspectiva do céu - a beleza está em todos os planos...
O olhar do outro surge do seu além. Não se assemelha a nada: somente a ele mesmo
"Eu, que nada sei de mim, aqui estou porque o outro me olhou assim. Duplo ou não, nu. Mas quando estarei realmente presente diante do teu olhar? O que você pretende colocando-me por dentro de um retrato: mudar um pensamento? O que será que a minha imagem reinventa dentro/fora de um retrato? Para o outro, aquele que olha, há neles um autorretrato? Quem dispara depois: a câmara ou o olhar? Quem é estrangeiro diante de nós: eu ou você? Até quando precisaremos da imagem do outro para entender/expurgar a nossa própria imagem? O que um retrato guarda e o que ele leva embora: os rastros de uma existência? Os ruídos do tempo? Se você cola o meu retrato sorrindo numa lata de sopa, o que ele quer dizer: um modelo de pensamento ou uma forma inventada para eternizar o que nunca será eterno: uma lata de sopa! Se você coloca o meu retrato num álbum de família, posso pensar, "sim, eu existo!" e então teremos um retrato para a minha/nossa memória. Qual a verdadeira história que um retrato eterniza? Eu, que nada sei de mim, aqui estou porque o outro me olhou desse jeito (o jeito que ele consegue me ver). E você? Você sabe quem é? O retrato representa para a fotografia o que queremos ser para nós mesmos? Quem somos por dentro e por fora de um retrato: o som de uma voz interior? Uma figura de passagem? Material de consumo? Ou a tênue recordação de um outro mesmo eu?"             
- Diógenes Moura

A arte toca - transforma - cutuca - provoca - encanta - engana - alucina - emociona - incomoda...
Dia 25/10/2016 Diógenes me provocou com essa linda reflexão e com suas fotos...
E quando as palavras não precisam ser ditas,
seria esse um encontro de almas?
Emoção tomou conta e
desembarquei o sorriso
num aeroporto de saudade...
O encontro dos olhares
com anseios que não cabiam em malas...
Quanta coisa pode morar em duas flores
desse jardim tão imenso
chamado amizade...

Novos capítulos vão tecendo a vida.
Regados à surpresas e descobertas.
Por vezes sentimos a necessidade de arriscar
and just go
pois
sentimentos não têm valor palpável 
o amanhã é incerto
o agora é a oportunidade 
e quando o coração nos pede
é urgente atendê-lo!