quarta-feira, 25 de julho de 2018

Até o maior amor do mundo precisa de um peito para repousar.
um não
dois
Um pouco de Clarice Lispector
"Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso. Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro"

"E umas das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de. Apesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer. Inclusive muitas vezes é o próprio "apesar de" que nos empurra para frente. Foi o apesar de que me deu uma angústia que, insatisfeita, foi criadora de minha própria vida"

"Sou como você me vê... posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania, depende de quando e como você me vê passar... suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato... tenho uma alma muito prolixa e uso poucas palavras, sou irritável e firo facilmente. Também sou muito calma e perdôo logo. Não esqueço nunca. Mas há poucas coisas de que eu me lembre...Tenho felicidade o bastante para ser doce, dificuldades para ser forte, tristeza para ser humana e esperança suficiente para ser feliz. Não me dêem fórmulas certas, por que eu não espero acertar sempre. Não me mostrem o que esperam de mim, por que vou seguir meu coração. Não me façam ser quem não sou. Não me convidem a ser igual, por que sinceramente sou diferente. Não sei amar pela metade. Não sei viver de mentira. Não sei voar de pés no chão. Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma para sempre... Sou uma filha da natureza: quero pegar, sentir, tocar, ser.
E tudo isso já faz parte de um todo, de um mistério.
Sou uma só... Sou um ser... a única verdade é que vivo.
Sinceramente, eu vivo."

domingo, 8 de julho de 2018

de 2010 - salvamos um pequeno beija-flor
Um pássaro encontra repouso na árvore. Logo se entendem. Após muito analisar todas as características da mesma, ele decide construir sua casa ali. Aos poucos vai acrescentando componentes à nova moradia. 
A árvore promete ser resistente, oferece abrigo e proteção. 
O pássaro promete cantoria e muita alegria.
O tempo vai passando e criam-se laços profundos de amizade, confiança e carinho entre essas duas vidas que habitam uma na outra. 
A árvore está presa no chão, com suas raízes, não pode conhecer o mundo
mas encontrou no pássaro sua liberdade e ele pôde lhe contar todas as coisas lindas que vê por aí.
O pássaro não sabia o que era ter um lugar pra chamar de seu, um porto seguro com raízes firmes, que não se deixa abalar por vendavais...
encontrou na árvore repouso, companhia e aprendeu muito com ela pois a mesma tinha anos de experiência, já havia servido de morada para muitos pássaros. A experiência dela o fez mais forte.
Ambos se abriram ao novo e descobriram que suas limitações não eram empecilhos, mas sim algo que os tornava mais fortes, únicos!
Descobriram que unindo suas imperfeições poderiam ser plenamente felizes!


quinta-feira, 5 de julho de 2018

A felicidade que tanto buscamos é uma consequência das escolhas que fazemos e das nossas atitudes em relação ao mundo, ao outro. Na maioria das vezes não observamos que a pequeneza das coisas, os detalhes ínfimos, são fragmentos de uma chama muito maior chamada felicidade. É como uma fogueira que alimentamos com traços de luz, de conquistas, de boas lembranças, aprendizados, risadas...