sábado, 29 de setembro de 2018

Pas(sáro), repousa sempre em mim?


Pas(sáro):
Que outrora (re)pousa na paz 
D'outro,
Saudade 
Ter-te repousando
Em mim,
Como aquele seu beija-flor,
Que após um voo qualquer
Trata de retornar ao ninho
Onde sempre será recebido
Com imenso amor e carinho.


Promete nunca parar
De (re)pousar em mim?

sábado, 22 de setembro de 2018

Tú és...sorriso e olhar; paz e luz!


"Várias pessoas já disseram que você é luz, 
Mas mais do que isso,
Ao olhar teu sorriso
E receber teu olhar
 Pra mim você é no mínimo paz, 
E ambos sempre me traz...


...Já eu
Depois de te conhecer
De amor toda sou feita, 
Da forma mais simples que aprendemos a ser
Sem complicações, só emoções
De corações que se acolheram
Com sorrisos e olhares 
Que desde o início se prometeram
Ser calmaria e paz em todos os lugares
Com alegria e cumplicidade
Independente de toda saudade diária
Que, junto do amor,
Transborda aí e aqui
Mas sem nunca se esquecer 
Do que já está reservado
Com todo carinho e cuidado
Pra eu e você''.

quarta-feira, 19 de setembro de 2018


Hoje eu olhei no horizonte, vi as luzes brilhando refletidas na água. Vi o reflexo dos sentimentos no olhar de quem me acolheu. Hoje eu sentei na ponta do lago, do lado de dentro do que temos, mergulhando fundo e quase deixando escapar lágrimas. Hoje eu vi um mundo diante de mim pois ele se materializou em quem me aceitou. Hoje eu joguei pra você palavras sobre o que eu desejo, sobre as minhas alegrias em ter sua companhia, eu lancei ao vento do lago meus sonhos e meus planos, deixando de lado receios. Agora a noite eu sorri para ti, olhei pro céu e agradeci, fechei os olhos e te senti... amei...amei sem reservas... derramei em você todo o meu querer para nós... eu contei mentalmente para o mundo que a felicidade que eu encontrei vem da simplicidade e da bondade que moram bem aí, no seu ser. Hoje, aqui no lago, eu contei pra mim mesma que do seu lado eu quero ficar pra sempre


Eu já comecei a escrever de tantas formas sobre tudo isso que nem sei quais palavras usar. Meus olhos marejados dizem mais rápido do que minhas mãos conseguem digitar. E nisso tudo, eu sempre me emociono. Usei dessa emoção para me abandonar em toda essa história que vem se construindo há mais tempo do que conseguimos contar. Não tem números ou regras. Tudo novo e diferentemente leve. Eu nem sei quando fui parar pra perceber o quanto os meus pensamentos começaram a se importar contigo. Deixei tudo me invadir e me consumir, como faço ao ouvir todas as músicas que dizem um pouco sobre nós... Tudo na calma, deixando-se conhecer pouco a pouco, percebendo pequenos detalhes dentro de nós - parecido com flores se destacando em um jardim, preciosidades, raridades que, olha só: estavam ali na nossa cara e não percebemos. Tinha que ser assim. Calmaria. Alegria. Descobertas. Apoio. Paz. Luz. Sentimentos brotaram em simples trocas de olhares. Tempo sempre foi um mero detalhe. Horas, minutos, segundos.. todos têm seu valor no nosso mundo. Depois vieram os abraços, cortando a distância entre os corações... uma furiosa vontade de partilhar sentimentos bons. Feito balão leve, livre, que se deixa guiar pelo vento, o tempo foi passando calmamente e mostrando semelhanças, diferenças, aproximando nossas histórias, unindo sorrisos, manias, pensamentos - unindo tantas coisas que abandonamos o óbvio, o tradicional, o "normal" - abandonamos nossas próprias convicções, medos e receios para viver algo que só nós sonhamos um dia. Esse sonho, que outrora parecia impossível, vêm se tornando algo grande , regado a um pouco do que somos e do que nos tornamos depois que nos encontramos. 

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Sou pequena mas procurei um lugar muito particular para habitar - um não, dois lugares. 
Posso morar em dois lugares ao mesmo tempo, pois ambos me acolhem com muito ardor.
Sou bem vinda sempre, sem distinção.
Não faço gosto de nada - só quero levar a felicidade!
Recentemente me alojei em dois terrenos férteis
me plantaram, regaram e estão cuidando de mim como se eu fosse a joia mais preciosa do mundo...
Desde então tenho escolhido ficar aqui,
crescer
dar frutos...
quero ficar
pois aqui,
nesses dois terrenos,
encontrei meu melhor complemento:
a paz!

terça-feira, 4 de setembro de 2018

Por onde for...
Por onde for carregue a certeza de fazer tudo com amor. Leve consigo a certeza de ter feito um plantio de coisas boas e verdadeiras para que colhas frutos que lhe saciarão de honra e gratidão. Onde estiver espalhe bondade e alegria no olhar mas seja transparente e honesto com você e com o outro quando não estiver bem: ninguém está bem 100% dos dias. Por onde caminhar escolha com quem  quer trilhar os diversos caminhos pelas quais vai passar - às vezes vamos precisar da solidão para refletirmos sobre nós mesmos mas quando desejar companhia, escolha aquele que é capaz de tomar as suas dores e batalhas como as dele mesmo. Quando precisar parar, olhe para trás, reveja todos os seus passos e se dê o título de vencedor até ali - às vezes nós é quem devemos nos bonificar pelos calos que ganhamos, pelas lágrimas que derramamos e por quem nos tornamos. Dê uma pausa. Por onde for, nesse longo caminho que é a vida, reflita sobre as coisas que te fazem persistir, sobre as coisas pelas quais ainda vale a pena lutar. Reflita sobre quem você é independentemente de opiniões alheias - se presentei com carinho. No caminho, novos raios de sol podem surgir, te surpreendendo e te mostrando novas formas de olhar o mundo - renovando as esperanças - diante disso, tenha certeza que algo maior, muito maior que qualquer tristeza, muito maior que qualquer derrota, foi preparado para te receber... pois no final de tudo, bem lá no final de mais uma etapa, você vai perceber que os melhores presentes são aqueles que chegam e te levam para uma outra jornada - uma jornada sem solidão. Por fim, por onde for, guarde consigo a certeza de que o amor tudo transforma! Ahh o amor: é a força que não se vê mas marca presença onde é semeado. Ele é começo meio e fim de tudo.